segunda-feira, 22 de março de 2010

Experimentei o tal juizo..


É meio amargo no começo, mas no fim fica doce sabe? Tipo aquele azedinho doce da infância.
Ok, confesso! Eu nunca fui muito organizada. Ou melhor, sempre fui completamente DE-SOR-GA-NI-ZA-DA em alto e bom som. Com todas as letras. Sem meias palavras. Primeiro que sempre tive empregada em casa pra arrumar minhas bagunças e segundo que nunca tive o dom da organização mesmo. Acho que por eu ter sempre tido o exemplo da “mulher de negócios” em casa, sempre achei que era impossível ser as duas coisas: dona de casa e negócios. Embora minha amada mãezinha seja bem organizada e sempre deu conta dos dois lados, nunca tinha me interessado mesmo por arrumação. E vamos combinar que é bem chato mesmo.
Mas tem àquela coisa que quando a gente não toma nunca uma iniciativa, uma hora a vida vem cobrar. Ela (a vida) te coloca em alguma situação que te obriga a mudar de alguma forma e te ensina através da necessidade como se faz. É aquele negocio de sempre: “quem não aprende no amor, aprende na dor” e a saga continua. Fiquei sem empregada. Ela me deixou na mão de um dia pro outro e eu passei a fazer os trabalhos domésticos. Confesso que no começo fiquei empolgadinha porque aproveitei pra colocar as coisas do meu jeito. Minha antiga secretária adorava mudar os moveis e fazer tudo do jeito dela. E ainda brigava comigo se eu mudasse um alfinete de lugar. E cá pra nós, eu sou bem influenciável. E juntando isso com o querer agradar os outros, acabava deixando tudo do jeito dela. Alem do mais, eu não tinha tempo pra pensar em dicas de decoração. Mas quando coloquei a mão na massa e passei a fazer todas as tarefas domésticas, comecei a me incomodar com uma coisa ali, outra aqui e quando eu vi, já estava redecorando minha casa. Essa nova fase coincidiu com o falecimento da minha amada vozinha. E acabei ficando com umas coisas da casa dela. O que me obrigou mais uam vez a mudar. Dei os móveis velhos e fiquei com as coisas mais novas da minha vozinha. Confesso que tive um pouco de medo no começo de sofrer ao ver as coisinhas dela aqui em casa. Mas cada vez que eu olho cada coisa, me sinto mais perto dela. Me sinto aconchegada. E como uma boa espiritualista que sou, sei que a vida não termina na morte e sei que ainda estamos conectadas.
Mas enfim, tudo isso junto me fez ter menos tempo. Pois alem de tudo ainda estou aprendendo a cozinhar. Ou seja: lavar, passar, varrer E cozinhar quase todos os dias não é mole. Fico exausta no final do dia. A parte azeda é preparar tudo e a doce é ver tudo arrumadinho, limpinho e uma gororoba feita por mim! rs! Fora meu outros afazeres né…da minha rotina…Juntando tudo isso com a minha internet mega power lenta, cadê a paciência pra escrever, tentar conectar e postar?? Se perdeu na arrumação diária da casa! rs..
Mas agora que já estou mais organizada e passou a fase de mudanças e o que era novo agora se tornou uma rotina, posso enfim agregar o novo ao velho e prosseguir essa caminhada.
Mas vou avisando que essa dose de juízo é homeopática e nem todos os dias desce direito. Mas ta valendo! Se quando a gente muda o mundo munda com a gente, então estou no caminho certo.
E junto com tudo isso, voltei meu namoro. Apesar de nunca ter escondido que estava mal pelo fim, também nunca imaginei que fossemos voltar. Mas voltamos e voltamos MUITO melhor que antes. Sempre achei que o tempo esfriasse o amor, mas agora eu vejo que quando o amor é verdadeiro o tempo só ajuda a esfriar sim, mas as mágoas e aquece a saudade.
Enquanto estou me adaptando a essa nova fase Bruna do lar, passarei aqui com mais frequência sim! Estava morrendo de saudade!!

Já tenho ate alguns posts prontos mas o retorno tinha que ser auto-explicativo sobre o sumiço né.
Espero que minhas amiguinhas virtuais não tenham me abandonado!! Rs..
To de volta!!

Um beijo no coração de quem me quer bem!

4 comentários:

Sâmia disse...

Aaah, eu sou tão parecida com você, também não sou nem um pouco organizada, só faço alguma coisa quando tudo está parecendo um xiqueiro,rs. E também não gosto de mainha toda hora me mandando varrer, e arrumar o quarto... Mas até gosto de cozinhar, mas sem obrigação, e só cozinho o que gosto de comer,rs. E ainda bem que você apareceu de novo, tava hiper preocupada aqui. Não se preocupe com o abandono, da minha parte pelo menos, ele não existe, rs. Beijão. Adoro você.

£uh Oliveira disse...

Já tava ficando preocupada com vc, nunca fica tanto tempo sem postar.
Ai de vc se sumir de novo. Hunf!
Rsrs...

Tá se dando bem como Dona de casa? :D
De limpar eu ñ gosto não, apesar de não gostar das coisas banguçadas. Mas prefiro a cozinha, aliás cozinhar é uma arte, minha paixão!! *--*
É claro que ñ gosto de fazer comidas rotineiras, mas sim pratos diferentes!!

Bom, bom...

Fica com Deus e apareça mais
vezes, eu deixo! :P


BeijOs Bru

Bê disse...

ohnnn.. q bonitinhaaaaa... arrumando, passando, limpando.. é o orgulho da mamãe!! rsrs..

mas na boa... nãp faça isso de novo !
Que palhaçada sumir assim.. tava quase indo em ssa te dar uns tapas. rsrs..

sobre a volta.. bem.. eu disse. nao lembro exatamente o q, mas eu lembro q disse algo sobre "vcs vão acabar voltando.." rsrsrs...

fico feliz que está td no lugar, tudo mt bem.. e melhor, limpinho, arrumadinho e passadinho by bruna! rsrs

beijos morenaaa

Ellen disse...

Bem vinda ao mundo DO LAR. Bom...eu sou bagunçadinha, mas acho que ainda sou exemplo de que é possível SIM viver as duas vidas. Amo as duas. E quando quiser cozinhar a quatro mãos, me chame. Tenho uma mão ótima!

:*